Intoxicação de cães por naftalina – Fique de olho!

>>Intoxicação de cães por naftalina – Fique de olho!

Intoxicação de cães por naftalina – Fique de olho!

2018-12-28T14:47:32+00:0011 de dezembro de 2018|

intoxicação de cães por naftalina
A intoxicação de cães por naftalina é apenas um exemplo dos vários tipos de acidentes domésticos, aos quais nossos bichinhos de estimação podem estar expostos.

É no dia a dia e quando menos se espera, que incidentes como este podem ocorrer. Por isso, quem tem pet em casa precisa ter atenção redobrada ao guardar e manipular produtos de uso doméstico.

Foi exatamente pensando na segurança e no bem-estar dos nossos aumigos, que preparamos este conteúdo.

Separamos algumas dicas dos nossos médicos veterinários, para você evitar que seu filho de 4 patas seja intoxicado por naftalina. Também vamos orientar como o tutor deve agir nessa situação.

Como evitar a intoxicação de cães por naftalina

Cães são muito curiosos por natureza e, utilizam principalmente a boca e o nariz para explorar o ambiente a sua volta.

Qualquer “novidade” dentro da sua casa, torna-se um estímulo para nossos aumigos. Ou seja, eles podem cheirar, lamber, morder ou ingerir algo por puro instinto.

Exatamente por essa razão, as bolinhas de naftalina representam um grande perigo para os animais de estimação.

O cheiro forte e o formato arredondado desse produto, chamam atenção e despertam a curiosidade do pet. Um pequeno descuido pode ter graves consequências para a saúde dele.

Dica de especialista:

De acordo com a veterinária da Lifepet, Kate Oliveira, a prevenção é sempre a melhor maneira para evitar que esse tipo de problema.

Ela afirma que as bolinhas de naftalina são muito perigosas para cães e gatos e, ainda alerta os tutores sobre as consequências dela para a saúde desses animais. “A intoxicação por naftalina causa alterações neurológicas graves, lesões no trato gastrointestinal, entre outros sintomas. O recomendado para quem tem animal de estimação é evitar sempre o uso desse tipo de produto.”

Conforme a médica veterinária, no mercado há outras alternativas com a mesma utilidade e bem mais seguras para os animais de estimação. Ou seja, se você quer manter seu peludinho protegido o ideal é não ter naftalina em casa!

Intoxicação de cães por naftalina: como o tutor deve agir

A orientação é levar o pet o mais depressa possível para a clínica veterinária. Somente médicos veterinários podem dar suporte de forma eficaz e adequada.

É importante guardar a embalagem do produto, levar uma amostra ou saber a quantidade que o bichinho possa ter ingerido.

Sabemos que em momentos como este você pode se esquecer disso, por estar preocupado(a) e muito nervoso(a). Mas é fundamental saber pelo menos o nome e a quantidade do produto que foi ingerido pelo animal.

O que você JAMAIS deve fazer:

  • Se o seu cão ingeriu naftalina, nunca tente induzir o vômito
  • Também não ofereça água ou qualquer tipo de alimento para seu pet.

Esse tipo de intoxicação tem algum sintoma?

Segundo Kate, não existem sinais característicos que vão indicar a intoxicação do pet específica por naftalina. “Após a ingestão, a naftalina é absorvida em apenas três minutos pelo organismo do animal. O ideal é que percebendo o fato, procure imediatamente uma clínica veterinária”.

A Lifepet se preocupa muito com o bem-estar e a saúde do seu filho de 4 patas. Por isso oferece planos de saúde completos para seu animal de estimação, com hospital aberto 24 horas para atendimento de urgência e emergência. Clique aqui para conhecer nossos planos e entre em contato com nossos consultores para mais informações.

Deixar Um Comentário

WhatsApp chat